AGEU - O PROFETA DA CONSTRUÇÃO DO TEMPLO

www.prnatanaelsp.com.br
Ag. 2:9 - A GLÓRIA DESTA ÚLTIMA CASA SERÁ MAIOR DO QUE A DA PRIMEIRA, DIZ O SENHOR DOS EXÉRCITOS; E, NESTE LUGAR, DAREI A PAZ, DIZ O SENHOR DOS EXÉRCITOS;

Mt. 6:33 - BUSCAI, POIS, EM PRIMEIRO LUGAR, O SEU REINO E A SUA JUSTIÇA, E TODAS ESTAS COUSAS VOS SERÃO ACRESCENTADAS.

INTRODUÇÃO:

Em 605 ªC., Nabucodonosor, rei da Babilônia, sitiou Jerusalém e depôs o rei apóstata Jeoaquim, neto de Josias. Levou Nabucodonosor a elite da juventude judaica (Dn. 1-3) e Judá ficou pagando imposto a babilônia.

Em 598 ªC., Zedequias rei de Judá se revoltou contra Babilônia e Nabucodonosor, voltou destruiu a cidade e o templo de Jerusalém saqueando todo ouro e utensílios da Casa de Deus (II Cr. 36).

Setenta anos de exílio se passaram, até o benévolo Rei persa, Ciro, vencedor da Babilônia, baixou um edito permitindo todos os Judeus voltar a sua terra. Dois anos depois 536 ªC., um grupo de Judeus liderado por Zorobabel chega em Jerusalém. Cumprindo-se a profecia de Jeremias (Jr. 25:11).

A obra do de reconstrução do templo começa em 535 ªC., mas a oposição dos samaritanos os Judeus foram obrigados a desistir.

A prosperidade material não serve de sinal seguro Espiritual, mas, quando se põem as coisas principais em primeiro lugar, isso resulta em bênçãos de todas as modalidades.

Que essa mensagem de desafios, exortações e encorajamento sirvam de lição paras nossas vidas.

A Mensagem repreensiva - Ag. 1:1-11; 2:12-19

Ag. 1.2 - “... NÃO VEIO AINDA O TEMPO, O TEMPO EM QUE A CASA DO SENHOR DEVE SER EDIFICADA”.

As varias exortações de Deus ao povo, tinham o propósito de desafiar o Seu povo a mudar de atitude e não continuar rebelde e desobediente como foram seus antecessores.

Hb. 12:6 - PORQUE O SENHOR REPREENDE A QUEM AMA, ASSIM COMO O PAI AO FILHO A QUE QUER BEM.

Nesse tempo Judá não tinha mais Rei, mas o governador era Zorobabel, bisneto de Josias, descendente de Davi.

O sumo-sacerdote chamava-se Josué; Eles representavam o poder Político e religioso da nação e era por seu intermédio que o projeto de Deus deveria despertar o interesse a ação coletiva.

Os Judeus que voltaram do exílio já estavam bem cômodos em Jerusalém. Moravam em casas boas e a prosperidade material aumentava.

Todo o mundo achava que o templo deveria ser restaurado um dia, MAS NÃO TÃO JÁ (Ag.1:2).

A demora dos Judeus é típica. Quantas vezes o Senhor nos desafia com um projeto evangélico, e demoramos, dizendo como os judeus: “NÃO VEIO AINDA O TEMPO”.

Como é preciso reconhecer o tempo, o “KAIRÓS (grego)” do Senhor!

Em I Rs. 17:1-7, Elias precisou reconhecer o Kairós, ao desafiar Acabe, ele é direcionado por Deus a um lugar chamado TORRENTE DE QUERITE (vale de Açor, próximo de Jerico), passado dias sendo alimentado por corvo e bebendo água do ribeiro, a torrente secou – o FIM O SUPRIMENTO DE ÁGUA. Algumas vezes em nossa vida há o fim de uma coisa para que haja começo de outra.

Ag. 1:6 - “TENDES SEMEADO MUITO E RECOLHIDO POUCO;...

O profeta Ageu desafiou e os exortou a se lembrarem do passado de trevas e a viverem um presente de um modo totalmente oposto ao anterior cheio de muitas negligências.

Quantas vezes os nossos sofrimentos pessoais estão ligados á nossa desobediência ao Senhor!

Obedecer é melhor que o sacrificar!

A Reação à Mensagem - Ag. 1:12-15

Ag. 1:12 - ENTÃO, ZOROBABEL E JOSUÉ O SUMO-SACERDOTE, E TODO O RESTO DO POVO ATENDERAM À VOZ DO SENHOR, SEU DEUS, E ÀS PALAVRAS DO PROFETA AGEU, AS QUAIS O SENHOR, SEU DEUS, O TINHA MANDADO DIZER, E O POVO TEMEU DIANTE DO SENHOR.

Eram corações abertos, mentes sensíveis e espíritos pronto; e a exemplo de Samuel, reagiram positivamente: “FALA SENHOR, PORQUE O TEU SERVO OUVE – I Sm. 3:10”.

Ouve no povo um Acolhimento à Palavra (v.12); Temor a Deus (v.12); A presença do Senhor como segurança (v.13); Despertamento Espiritual (v.14); Ação e Trabalho (v. 14 e 15).

Dt. 28:2, 13 - SE OUVIRES A VOZ DO SENHOR, TEU DEUS, VIRÃO SOBRE TI E TE ALCANÇARÃO TODAS ESTAS BÊNÇÃOS: - O SENHOR TE PORÁ POR CABEÇA E NÃO POR CAUDA; E SÓ ESTARÁS EM CIMA E NÃO POR BAIXO, SE OBEDECERES AOS MANDAMENTOS DO SENHOR, TEU DEUS, QUE HOJE TE ORDENO, PARA OS GUARDAR E CUMPRIR.

O Encorajamento da Mensagem - Ag. 2:1-9

Ag. 2:4 - ORA, POIS, SÊ FORTE, ZOROBABEL, DIZ O SENHOR, E SÊ FORTE, JOSUÉ, E TU, TODO O POVO DA TERRA, SÊ FORTE, DIZ O SENHOR, E TRABALHAI, PORQUE EU SOU CONVOSCO DIZ O SENHOR DOS EXÉRCITOS.

O Profeta apelou para o testemunho dos anciões entre eles, que ainda se lembravam da primeira casa do Senhor em toda a sua Glória.

Era natural que sentissem desânimo, comparando a obra-prima de Salomão com a velha ruína existente.

Deus sempre faz coisas novas. A Esperança suplanta a saudade.

Por isso o profeta insistiu que aquele que CRÊ deve enfrentar com REALISMO o desafio atual.

A obra de Deus precisava de dedicação abnegada de toda a comunidade da FÈ, do esforço dos grandes e dos pequenos.

Deus promete nesta profecia abalar todas as nações, quando encheria de glória aquela casa.

O Templo que os Judeus iriam reconstruir seria aquele que o MESSIAS compareceria! E de fato, CRISTO andou naquele templo. Herodes o embelezou com obras durante 46 anos (Jo. 2:19), mas era a mesma construção.

Neste sentido a Glória da última casa foi a presença de JESUS CRISTO nosso Salvador, cuja glória é bem maior do que a da Lei (Ag. 2:9).

Quando estamos realizando o trabalho do Senhor, surgem muitas vezes dificuldades, incompreensões e obstáculos; sabemos que estas coisas causam tristezas e desânimo. Graças a Deus porque nesta hora vem o socorro divino do encorajamento.

Conclusão

A prioridade e a fidelidade devem ser o desafio maior para todo aquele que pleiteia a construção de uma obra que venha glorificar a Deus. I Co. 15:58 - PORTANTO, MEUS AMADOS IRMÃOS, SEDE FIRMES, INABALÁVEIS E SEMPRE ABUNDANTES NA OBRA DO SENHOR, SABENDO QUE, NO SENHOR, O VOSSO TRABALHO NÃO É VÃO.

POSTAGEM MAIS ACESSADAS:

O OBREIRO E A ÉTICA NO PULPITO

O TABERNÁCULO E SUAS MEDIDAS:

EXISTEM 4 TIPOS DE TEMPERAMENTOS! VOCÊ CONHECE SEU TEMPERAMENTO?

PASSOS DA FÉ - Marcos 11:22 - 24

O CRENTE E O USO DA GRAVATA E O PALETÓ!

ÉTICA DO OBREIRO E O RELACIONAMENTO ENTRE SEUS COLEGAS

ETIQUETA E AS BOAS MANEIRAS NO CULTO

ESTATUTO DO CONSELHO DE PASTORES E LÍDERES EVANGÉLICOS DE VARGEM GRANDE PAULISTA - COPLEV