A QUESTÃO DA LIDERANÇA E RELACIONAMENTOS

LIDERANÇA:


Espírito de chefia; forma de dominação baseada no prestígio pessoal e aceita pelos dirigidos (Dic. Aurélio).

Função, posição, caráter de líder; espírito de chefia; autoridade, ascendência (Dic. Houaiss).

LÍDER:
Indivíduo que chefia, comanda e/ou orienta, em qualquer tipo de ação, empresa ou linha de idéias; guia chefe ou condutor que representa um grupo, uma corrente de opinião, etc. (Dic.Aurélio).
Indivíduo que tem autoridade para comandar ou coordenar outros; pessoa cujas ações e palavras exercem influência sobre o pensamento e comportamento de outras; pessoa que se encontra à frente de um movimento de caráter religioso, filosófico, artístico, científico, etc.; algo ou alguém que guia, conduz (Dic. Houaiss).

O QUE DEFINE UM LÍDER E COMO PODEMOS NÓS PRÓPRIOS, DESENVOLVER AS NOSSAS CAPACIDADES DE LIDERANÇA?

Querer:

Um pré-requisito para liderar é o que podemos resumir como o desejo de liderar. Nenhuma idéia tão simples como esta define melhor a liderança: um líder define-se pela sua ambição.
Alguns exemplos dos mais conhecidos líderes demonstram que não é a personalidade, nem a inteligência que define os líderes. Podemos encontrar líderes introvertidos e extrovertidos (mais freqüentemente), com mais ou menos experiência e inteligência, com formação acadêmica nas mais diversas áreas, mas todos os bons líderes têm uma característica em comum: querem ser líderes.

Liderar significa atingir resultados

Um bom líder sabe que tem de ajudar as pessoas da sua equipa a chegarem mais longe, que o resultado dos seus esforços em grupo vale mais do que se trabalhassem individualmente. Liderar é fazer mais.


Liderar é sinônimo de energia positiva e entusiasmo


O líder tem de entusiasmar, desafiar e inspirar cada um dos membros do grupo para que eles próprios procurem mais.


Para entusiasmar os outros têm de despender uma dose significativa de energia (o que é algo de muito difícil para alguns). Compreender as suas próprias emoções e saber auto-motivar-se, auto-entusiasmar-se com os desafios é o que atrai as pessoas. A nossa energia produz energia!

Liderar é sobretudo ser capaz de influenciar as emoções dos outros para criar energia, paixão, entusiasmo e empenho
O LÍDER E O POTENCIAL
O que é Potencial:
Capacidade ou aptidão que o sujeito pode vir a ter ou ser.

Como descobrir o seu Potencial:

1) Desaprenda as velhas e surradas idéias sobre a Liderança:

a) Liderança não é cargo, nem posição social;
b) Liderança não é sinônimo de carisma;
c) Liderança não é coisa só de homem;
d) Liderança não é só para uns poucos privilegiados e visionários;
e) Ninguém nasce líder, a pessoa se torna líder!

2) Acredite: cada um de nós pode ser líder em alguns momentos da vida

3) Descubra o potencial de líder que existe dentro de você...
a) Em casa, orientando um parente a enfrentar uma situação difícil;
b) Na escola, sugerindo um livro a ser lido;
c) No bairro, propondo como aumentar a segurança;
d) No clube, indicando um filme a ser assistido;
e) Na igreja, sugerindo uma reflexão importante;
f) Com o grupo de amigos, sugerindo onde passar as férias;
g) Na hora de um acidente, tomando as providências necessárias;
h) Na rua, ajudando alguém a atravessá-la;
i) No trabalho, indicando a melhor forma de executar uma tarefa;
j) Quando você está sozinho, defronte do espelho...

4) Seja “líder 24 horas” nas diferentes dimensões da sua vida e não apenas um “líder meio turno”, quando está no trabalho.
5) Ofereça uma Causa às pessoas com as quais convive.

6) Forme outros Líderes, não apenas seguidores.

7) Surpreenda pelos Resultados, faça mais que o combinado.
8) Inspire pelos Valores, não apenas pela simpatia e carisma.
9) Aprenda a liderar a si próprio, antes de pretender liderar os outros!

O LÍDER QUE AS IGREJAS OU ENTIDADES PRECISAM:

• Serve a Equipe em vez de ser servido - Mt. 20:28;
• Coopera com os colegas (facilitador);
• É Espiritual.

ALGUNS PONTOS FUNDAMENTAIS SOBRE LIDERANÇA:

a) Um líder representa a alma do seu grupo - a maioria do grupo espelha-se no comportamento e no pensamento do líder, quando esse é validado;

b) Legitimidade - uma coisa é ser a autoridade máxima, outra é ter legitimidade no grupo. O grupo aceita passar por momentos difíceis, desafios, problemas e adversidades se o líder tiver legitimidade e souber estimulá-los a ir adiante. Importante salientar que a legitimidade é algo que se conquista ao longo do tempo;

c) Cumplicidade - existe uma espécie de pacto invisível de confiança. O líder deve trabalhar para inspirar a confiança das pessoas que estão ao seu lado, confiança semelhante a de um filho com seu pai;

d) Capacidade de assumir riscos calculados - o grupo assume riscos se percebe que tem o apoio da liderança e esconde a "sujeira debaixo do tapete" em caso contrário;

e) As pessoas motivam-se por amor ou por ódio - Portanto, o líder tem a função de criar o clima em que quer trabalhar, se o clima for de estímulo à competição entre as pessoas no qual existam disputas ou ainda se o estímulo se der através da pressão, pode-se obter uma motivação pelo ódio, pela necessidade de provar que o líder esta errado.

O FATOR EDUCAÇÃO:

Educação
[do latim educatione] – Ato ou efeito de educar-se, ou seja de alterar hábitos e atitudes, a partir dos conhecimentos e aptidões adquiridos.

Conjunto de processos e métodos que orientam o desenvolvimento natural, progressivo e sistemático de todas as forças do educando, desenvolvimento esse subordinado a um ideal de perfeição.

Educar:
[do latim. educare] – Promover a educação; transmitir conhecimentos; ensejar condições para o educando modificar para melhor seu comportamento.

Dicas de educação ao próximo:


Educação básica, mas que as pessoas esquecem. Bom dia! Com essas duas palavrinhas você pode transformar o seu dia, fazer uma amizade, esquecer os problemas. Fora isso, você percebe como as pessoas são.

Fale bom dia a Paz do Senhor Jesus e perceba que as distâncias diminuem.

Uma frase inocente que deve ser acompanhada de um belo sorriso. Diga muito obrigado.

Não fale alto, é irritante quando as pessoas estão gritando sem necessidade.

Aprenda a guardar os seus segredos. Fofoca, principalmente quando você é o assunto é algo vulgar demais. Aprenda: existem coisas que você deve guardar para você. Se não conseguir, contrate um analista para te ouvir.

RELACIONAMENTO E SEUS PROBLEMAS:

O que é Relacionamento?


a) O relacionamento entre pessoas é a forma como eles se tratam e se comunicam.

b) Quando os indivídus se comunicam bem, e o gostam de fazer, diz-se que há um bom relacionamento entre as partes.

c) Quando os indivíduos se tratam mal, e pelo menos um deles não gosta de entrar em contacto com os restantes, diz-se que há um mal relacionamento.

Alguns erros no trabalho em equipe:

Muitos problemas ocorridos: Injustiça, julgamentos, erros de interpretação, etc., criam um histórico negativo, que gerará um afastamento dos relacionamentos ou busca por relacionamentos que apóiam suas ideais.

Sem apoio, forma-se em nossa mente: “Estou certo!” – Logo, uma quantidade grande de fatores negativos, acabam levando-nos a optar pela nossa natureza egoísta, por nossa razão e claro pela opção do mal (mesmo que seja sutil).

Vamos Listar algumas atitudes imperdoáveis no relacionamento diário de uma equipe. Elas poderão ajudá-lo a não sofrer as conseqüências de uma piada fora de hora ou do mau-humor de um membro da turma:


1) Fazer fofoca de colegas ausentes

Falar dos outros é sempre delicado. Portanto, se você tem algo a dizer para seu colega diga diretamente a ele. Desta forma, evita que o comentário seja mal interpretado e retransmitido por outros funcionários.

Ao fazer uma crítica diretamente ao colega em questão você evita que seu comentário chegue distorcido aos ouvidos dele, o que pode gerar conflitos. Além disso, falar pelas costas e comentar sobre a vida alheia é uma atitude mal vista.

2) Rejeitar o trabalho em equipe

Independentemente de seu cargo ou posição, é preciso saber trabalhar em equipe, já que bons resultados dificilmente nascem de ações individuais. No ambiente corporativo, uns dependem dos outros.

Se um Líder ou Liderado não estiver disposto a colaborar com os colegas, certamente será um elo quebrado. Com isso, o grupo/equipe não chegará ao resultado desejado.

Ser resistente ao trabalho em equipe é um revés grave. Sem essa abertura, dificilmente o colaborador conseguirá obter sucesso.

3) Ser Antipático (a)

A empatia é muito útil no ambiente de trabalho. Você deve ser leal, cortês, amigo e humilde. Falar bom dia e cumprimentar os outros são atitudes que demonstram educação e respeito pelos demais.

O fato do trabalho exigir concentração do colaborador não significa que ele não possa ser cordial e abrir um espaço na agenda para ajudar os companheiros de equipe.

4) Deixar conflitos pendentes;

Conflitos acumulados podem se agravar. Qualquer tipo de problema referente ao trabalho, dúvida sobre decisões, responsabilidades que não foram bem entendidas, alguém que ficou magoado com outro por algum motivo, enfim, qualquer tipo de desconforto deve ser esclarecido para evitar a discórdia no ambiente.

O funcionário, membro, etc., deve conversar para resolver o assunto, caso contrário, isso poderá gerar antipatia, fofoca com outros colaboradores e um clima péssimo para toda a equipe.

5) Ficar de cara fechada;

Ter um companheiro de equipe com bom humor anima o ambiente de trabalho, enquanto que topar um colega mal-humorado causa desconforto do início ao fim do expediente. Esta postura gera desgastes desnecessários, pois além de deixar toda uma equipe desmotivada ainda atrapalha a produtividade.

Pessoas mal-humoradas geralmente não toleram brincadeiras. Com isso, automaticamente são excluídas da equipe, o que não é saudável. Por essa razão, manter o bom humor no trabalho é fundamental para cultivar bons relacionamentos.

6) Deixar de cultivar relacionamentos;

Todas as diferenças devem ser respeitadas entre os membros de uma equipe. Não é aceitável na nossa sociedade alguém que não queira contato com outro indivíduo apenas por ele ser diferente.

Ao passo que a pessoa aceita a diversidade, ele amplia as possibilidades de atuação, seja dentro da organização ou com um novo cliente. Além disso, o respeito e o tratamento justo são valores do mundo globalizado que deveriam estar no DNA de todos. Sem eles, o colaborador atrapalha o relacionamento das equipes, invade limites dos colegas e a natureza do outro.

7) Não ouvir os Colegas;

É importante escutar a todos, mesmo aqueles que têm menos experiência. Isso estimula a participação e a receptividade de novas idéias e soluções.

Questionar com um ar de superioridade as opiniões colocadas numa reunião não só intimida quem está expondo a idéia, como passa uma imagem de que você é hostil. É necessário refletir sobre o que está sendo dito, não apenas ouvir e descartar a idéia de antemão por considerá-la inútil.

8) Apontar os erros dos outros;

A perfeição não é virtude de ninguém. Antes de apontar o erro do outro, deve-se analisar a sua própria conduta e sua responsabilidade para o insucesso de um trabalho ou projeto.

É melhor ajudar a solucionar um problema do que criar outro maior em cima de algo que já deu errado. Lembre-se: errar é humano e o julgamento não cabe no ambiente de trabalho. No futuro, o erro apontado pode ser o seu.

POSTAGEM MAIS ACESSADAS:

O OBREIRO E A ÉTICA NO PULPITO

O TABERNÁCULO E SUAS MEDIDAS:

EXISTEM 4 TIPOS DE TEMPERAMENTOS! VOCÊ CONHECE SEU TEMPERAMENTO?

AGEU - O PROFETA DA CONSTRUÇÃO DO TEMPLO

PASSOS DA FÉ - Marcos 11:22 - 24