A BENÇÃO DO SENHOR ENRIQUECE E NÃO ACRESCENTA DORES

Pv. 10:22 - “A benção do Senhor enriquece e não acrescenta dores”.

A benção será sempre o resultado de permitir que o Espírito Santo assuma o controle de nossa vida.

Deus falou com uma pessoa em um momento de crise: “Por certo te abençoarei, de tal maneira, que você mesmo ficará assustado e me dirá basta”.

O QUE É BENÇÃO?

Esdras ou Neemias poderiam responder provavelmente: bênção é "a mão de Deus sobre nós." Ambos usam essa expressão cerca de nove vezes, falando da "boa", "bondosa" e "poderosa" mão de Deus.

Desse modo, eles atingem o cerne da questão. Também poderíamos dizer: bênção significa "Deus está conosco”!

NO ANTIGO TESTAMENTO

No Antigo Testamento, em geral, a bênção refere-se a bem-estar terreno, segurança, poder, riqueza, descendência, etc. Isso é, na Bíblia, primariamente coisa bem concreta, como descendência, fertilidade, colheita boa e bem-estar em geral. Mas também diz coisas abstratas, como paz e felicidade. Ela é, portanto, uma forma verbal de expressão e concretização do relacionamento com Deus.

Essa bênção está expressamente condicionada à obediência aos mandamentos de Deus: "EIS QUE, HOJE, EU PONHO DIANTE DE VÓS A BÊNÇÃO E A MALDIÇÃO: A BÊNÇÃO, QUANDO CUMPRIRDES OS MANDAMENTOS DO SENHOR, VOSSO DEUS, QUE HOJE VOS ORDENO; A MALDIÇÃO, SE NÃO CUMPRIRDES OS MANDAMENTOS DO SENHOR, VOSSO DEUS, MAS VOS DESVIARDES DO CAMINHO QUE HOJE VOS ORDENO, PARA SEGUIRDES OUTROS DEUSES QUE NÃO CONHECESTES" (Dt 11.26-28).

Para Israel, o povo terreno de Deus, são prometidas bênçãos terrenas. A respeito, leia Gênesis 49.

No hebraico, a palavra “bênção” (“berekhah” ou “baruk”) significa “ajoelhar, abençoar, exaltar, agradecer, felicitar, saudar”.

Tanto no hebraico quanto no grego (“eulogia”) apresenta um sentido de concessão de alguma coisa material. Todavia, a forma grega acrescenta ainda os bens espirituais que vem de Cristo.
A palavra hebraica BaRUK, daí, chega a ser um atributo que descreve Deus como a fonte de todas as bênçãos. Quem profere uma bênção, expressa espanto e admiração sobre como abençoada é a ação de Deus em nos humanos. Bênção e maldição não só proferem um desejo, mas querem efetuar o que dizem. A bênção promete à pessoa humana as coisas pedidas a Deus.

A bênção tem uma posição importante de lugar na Bíblia, até ainda caráter de legado (Dt 33). Quando os patriarcas - especialmente antes da sua morte - abençoam as suas crianças (cf. a bênção de Isaac Gn 27,1-40, a bênção de Jacó Gn 49,1-27), a bênção pronunciada não pode ser retomada, mesmo quando se basear num erro, como em Gn 27: Jacó capta de Esaú a bênção de primogênito e o mantém, também depois de que Isaac ter percebido o erro. Assim, o irmão mais novo obtém autoridade e poder de disposição sobre o mais idoso.

No entendimento hebraico, não apenas Deus abençoa o ser humano, mas também a pessoa louva (abençoa) a Deus, a respeito disso os Salmos expressam: Assim Te louvarei durante toda a minha vida, levantarei as mãos no Teu nome (Sl 63,4)

A BENÇÃO NO NOVO TESTAMENTO

A bênção para a Igreja de Jesus, o povo celestial de Deus, tem uma conotação celestial correspondente: "Bendito o Deus e Pai de nosso Senhor Jesus Cristo, que nos tem abençoado com toda sorte de bênção espiritual nas regiões celestiais em Cristo" (Ef 1.3).

A bênção de Deus – "Deus conosco" – tornou-se homem em Jesus Cristo! Por isso também podemos descrever a ideia de bênção como sendo "a ação de Deus com uma pessoa para atraí-la mais profundamente para Sua comunhão".

Isso significa que a bênção nem sempre é o que desejamos, mas em todo caso se trata do que é bom e importante para nós! Pois continua válido o texto que diz: "Sabemos que todas as coisas cooperam para o bem daqueles que amam a Deus, daqueles que são chamados segundo o seu propósito" (Rm 8.28).

Por ser um embaixador em nome de Cristo, Paulo podia dizer: "E bem sei que, ao visitar-vos, irei na plenitude da bênção de Cristo" (Rm 15.29). Anunciando todo o desígnio de Deus, ele ministrava toda a bênção de Cristo.

Quando crentes abençoam outras pessoas, isso significa que imploram a bênção de Deus sobre suas vidas. Quando crianças são abençoadas na igreja em nome de Jesus, nós as colocamos sob a bênção do Senhor e as entregamos à fidelidade e à direção de Deus. Ao abençoarmos o cálice e o pão na Ceia do Senhor, consagramos essas dádivas naturais da videira e do trigo para uso divino.

No texto original, a expressão significando bênção ou abençoar também tem, entre outros, o significado de falar bem de alguém. Será que temos abençoado nossos irmãos e nossas irmãs dessa maneira?

Podemos se não andamos na benção amaldiçoar os outros com palavras levianas, impróprias.

Danado, Etimologia Do latim damnátus, a,um: (condenado, rejeitado), particípio passado do verbo danáre (condenar : sentenciar juridicamente; rejeitar, criticar. )

Substantivo: Pessoa ou coisa que passou por fase de corrupção, estrago, prejudicialidade ou ruína. Sinônimos: * arruinado, corrompido, danificado, estragado, prejudicado; (Religião) Sentenciado às penas do inferno. Sinônimos: amaldiçoado, condenado, maldito (vítima de maldição);

Moleque é uma palavra da língua portuguesa vem do Quimbundo "muleke", que significa menino, rapazote, menino de pouca idade. Originalmente era usado apenas em referência à criança negra, ao negrinho.

Hoje já não se reconhece mais este significado. Durante a escravidão, tratar um branco por "moleque" era uma grande ofensa, uma vez que este termo referia-se sempre ao escravo.

Atualmente, além de indicar qualquer garoto (às vezes, utilizado para designar a criança levada, travessa, seja ele branca ou negra), também pode ser utilizado (quando em relação a um adulto) para designar um individuo sem vergonha, sem palavra, sem responsabilidade, cujas atitudes são iguais a de uma criança.

O Quimbundo é uma das línguas mais faladas no noroeste de Angola, emprestando muitos termos tanto para Portugal quanto para o Brasil.

Alguns significados da benção:
Quando alguém te diz: “QUE DEUS TE ABENÇOE” não está só desejando o melhor para você, mas também atuando a seu favor. Pois quando você bendiz a alguém, também estás atraindo a proteção de Deus para sua vida.
O efeito de abençoar é multiplicador, já que é dado por Deus a seus filhos.

A benção invoca o apoio permanente de Deus para o bem estar da pessoa, fala de agradecimento, confere prosperidades e felicidade em toda pessoa que a recebe da nossa parte.

A benção começa com as relações de pais e filhos.
Os filhos que recebem a benção da parte dos seus pais, tem um bom começo espiritual e emocional na vida. Recebem um firme propósito de amor e aceitação.

Este princípio também se aplica na intima relação de casais.

As amizades se aprofundam e se fortalecem, Trazendo companheirismo, saúde e esperança a todos que nunca receberam sequer uma palavra abençoada.

O poder da vida e da morte está na Palavra. Ao abençoares não só está outorgando a vida aquele que a recebe, mas também aquele que a dá.

Geralmente a pessoa que vive na presença de Deus, amando-O e abedecendo-O, tem o privilégio da sua Divina Benção sempre.

SEJA VOCÊ UMA BENÇÃO

A bênção foi mencionada, na Bíblia, pela primeira vez em Gênesis 12:2, "Farei de ti uma grande nação; abençoar-te-ei, e engrandecerei o teu nome; sê tu uma bênção."

A bênção dada aqui a Abraão, foi que este seria uma grande nação, que o nome deste seria engrandecido e que Abraão deveria abençoar assim como ele foi abençoado.

Poderá ser alcançada mediante uma vida de obediência aos mandamentos de Deus (Dt 28:1,14o Senhor teu Deus te exaltará sobre todas as nações da terra... não te desvies”).

A BENÇÃO PRECISA DA FÉ PARA SE CUMPRIR

A bênção concede o que a fé aceita de Deus. Confiança contra razão destaca Jó, o qual, também no sofrimento, não amaldiçoa a Deus, mas O louva ainda: O Senhor o deu, o Senhor o tirou; louvado seja o nome do Senhor (Jó 1,21).

Outro exemplo claro se encontra em Lv 25:21 - "Então eu mandarei a minha bênção sobre vós no sexto ano, e a terra produzirá fruto bastante para os três anos".

Há casos em que a bênção é mencionada como sendo algo dado por Deus àqueles que são seus, Dt 16:17 - "Cada qual oferecerá conforme puder, conforme a bênção que o Senhor teu Deus lhe houver dado".

A bênção de sacerdote

O texto clássico é a bênção sacerdotal de Arão (Nm 6,22-27), que era pronunciada no Templo e que ainda hoje está sendo pronunciado pelos sacerdotes:

E falou o SENHOR a Moisés, dizendo: Fala a Arão, e a seus filhos dizendo: Assim abençoareis os filhos de Israel, dizendo-lhes: O SENHOR te abençoe e te guarde; O SENHOR faça resplandecer o seu rosto sobre ti, e tenha misericórdia de ti; O SENHOR sobre ti levante o seu rosto e te dê a paz. Assim porão o meu nome sobre os filhos de Israel, e eu os abençoarei.”

POSTAGEM MAIS ACESSADAS:

O OBREIRO E A ÉTICA NO PULPITO

EXISTEM 4 TIPOS DE TEMPERAMENTOS! VOCÊ CONHECE SEU TEMPERAMENTO?

O TABERNÁCULO E SUAS MEDIDAS:

AGEU - O PROFETA DA CONSTRUÇÃO DO TEMPLO

PASSOS DA FÉ - Marcos 11:22 - 24