CASAMENTO: MARCAS PROFUNDA DE RELACIONAMENTO CONJUGAL

www.prnatanaelsp.com.br
O casamento envolve um relacionamento tríplice: Físico, emocional e espiritual. 

ASPECTO FÍSICO 

Atração natural, na verdade quando o Senhor faz de alguém um irmão ou uma irmã na fé, a questão da atração física não está envolvida, mas, na união pelo casamento surge esta consideração. 

ASPECTO DA ALMA 

Emocionalmente o casamento é almas que se apegam, mas, individualmente são diferentes na: visão, natureza, caráter e na educação. Por esta razão a unificação gera conflitos e precisa ser administrados. 

FATORES IMPORTANTES RELACIONADOS COM A NATUREZA OU CARÁTER 

A atração natural ou física é temporária, enquanto a natureza de cada um é mais permanente. É evidente que o amor entre os incrédulos tem sua base na atração física, carnal, é o amor Eros. Quem constrói sua vida conjugal nesta base o risco é inevitável, pois o casamento por certo está edificado sobre uma base frágil, vulnerável. 

DISPARIDADE DA NATUREZA (ORGANIZADO OU DESORDEIRO) 

Exemplo: Pessoa excessivamente ordeira (perfeccionistas), estas são aquelas que costumam ir atrás do cônjuge arrumando cada coisa que ele deixa fora do lugar. 

Um pastor, certo dia foi visitar um casal, ao chegar ficou surpreso ao ver o irmão jogando o travesseiro no chão e virando as cadeiras. Então o pastor perguntou o porquê daquela atitude, ele então respondeu, que agia assim porque se sentia extremamente feliz, pois naquele dia a esposa tinha ido visitar os pais. Ele vinha sentindo tão grande frustração com a mania de ordem da esposa, que a ausência dela foi como um toque de liberdade para o marido. 

FRIO OU AMOROSO 

No casamento, um dos dois demonstra muita simpatia com as pessoas, tratando. Igualmente todos com afeição, por julgar que todos são dignos de amor. Porém o outro é o oposto, é frio e indiferente com as pessoas, a ausência de amor e simpatia são perceptíveis. Sem dúvida existe problema de ambos os lados, um conflito de naturezas. Aquele que ama as pessoas no trato demonstra afeto, tem um companheiro que age da mesma forma. Certamente, ambos terão um interesse comum a uni-los, neste caso, será para os dois, este aspecto do casamento. 

Entretanto, se o cônjuge é vazio de sentimentos e frio, terá que suporta-lo e ele também, pois um terá que suporta a liberdade, enquanto o outro terá que suportar liberdade, enquanto o outro terá que suportar o indiferentismo, o que não é nada harmonioso. 

INDOLENTE OU ATIVO 

Por exemplo: O cônjuge acha insuportável acompanhar a sua esposa em suas andanças, por um determinado tempo ele pode suportar esta situação, mas, talvez não para sempre. Este não é um problema moral, mas de temperamento que não foi considerado antes do casamento. 

ASPECTO ESPIRITUAL 

Para que um casamento seja bem sucedido, além dos fatores humanos e materiais, deve haver acima de tudo uma unidade de propósito espiritual, ambos devem viver para Deus. Evidentemente, o casamento que tem esta base sólida, tem condições suficientes para enfrentar os obstáculos do dia a dia. 

Jesus Cristo afirmou: A permanência da casa depende do seu alicerce, pois tanto aquela que está edificada sobre a rocha, como aquela que está edificada sobre a areia enfrentarão os mesmos desafios e quando ambos tiverem enfrentado o temporal, a fúria do rio e o vento tempestuoso, apenas uma permanecerá inabalável, Mateus 7:24 a 27 - "PORTANTO, QUEM OUVE ESTAS MINHAS PALAVRAS E AS PRATICA É COMO UM HOMEM PRUDENTE QUE CONSTRUIU A SUA CASA SOBRE A ROCHA. – (25) CAIU A CHUVA, TRANSBORDARAM OS RIOS, SOPRARAM OS VENTOS E DERAM CONTRA AQUELA CASA, E ELA NÃO CAIU, PORQUE TINHA SEUS ALICERCES NA ROCHA. – (26) MAS QUEM OUVE ESTAS MINHAS PALAVRAS E NÃO AS PRATICA É COMO UM INSENSATO QUE CONSTRUIU A SUA CASA SOBRE A AREIA. – (27) CAIU A CHUVA, TRANSBORDARAM OS RIOS, SOPRARAM OS VENTOS E DERAM CONTRA AQUELA CASA, E ELA CAIU. E FOI GRANDE A SUA QUEDA". 

O AJUSTAMENTO CONJUGAL 

No momento do casamento, não existe marido "pronto", nem esposa "pronta" tipo "produto final", para a jornada da vida conjugal. Noivos e noivas vêm de universos sociais diferentes, e trazem essas diferenças para o casamento. Às vezes trazem traumas que geram sérios problemas no casamento. Nunca se ouviu dizer de um garimpeiro ter encontrado um diamante lapidado e pronto. O casamento não é uma exceção. Tem que ser melhorado, ajustado, fortalecido e "lapidado" com o tempo. 

O ajustamento conjugal é a área mais difícil do casamento, e quase sempre é negligenciado, ou esquecido pelos casais:
  • Por ignorância do que é o casamento; 
  • Por desleixo do casal; 
  • Por desinteresse do casal em melhorar o casamento; 
  • Por despreparo para o casamento e por excesso de autoconfiança. 
Certos de que o casamento se ajustará por acaso, e que o seu companheiro nunca conhecerá ninguém mais interessante que ele, com a desculpa de que "eu sou assim mesmo" e o outro terá de aceitar-me como sou. 

O ajustamento conjugal, não ocorre na lua de mel, especialmente a parte sexual. Esta leva um bom tempo para ajustar-se. Os primeiros dias dos casais costumam ser marcados por ignorância dos fatos, e por imprudência. 

Tudo ainda é deslumbramento e emoção. Com o passar do tempo e a rotina é que aparecem os desajustes.

O ajustamento conjugal na Bíblia: (Gênesis 2:24 - POR ESSA RAZÃO, O HOMEM DEIXARÁ PAI E MÃE E SE UNIRÁ À SUA MULHER, E ELES SE TORNARÃO UMA SÓ CARNE.). O ajustamento conjugal não é obra do acaso. 

O casal que não cuidar disso, nunca o terá, isto é será sempre desajustado. 

Ajustamento conjugal é a adaptação de um cônjuge ao outro, por amor, na nova forma de vida que é o casamento. Essa adaptação de um ao outro inclui o reconhecimento de falhas, faltas, diferenças, virtudes e defeitos um do outro, enquanto cada um procura melhorar e fazer o outro mais feliz. Ajustamento conjugal é a compreensão um do outro enquanto cada um procura melhorar, e significa agir sempre em termos de "nós" e "nosso", e não "eu", tanto da parte dele como dela. "Você feliz primeiro." 

FATORES DE AJUSTAMENTO CONJUGAL 
  • Maturidade 
  • O amor predominantemente afetivo, pleno e mútuo 
Todo casal pode divergir em muitos pontos no início, e uma das evidencias de sua maturidade e ajustamento é a capacidade dos dois de resolverem suas divergências, sem briga, sem ofensas e sem abalar nem ameaçar o casamento.

A imaturidade dificulta, e quase sempre impede de vez o ajustamento conjugal. 

Uma das formas de imaturidade é o casamento precoce, um dos maiores erros que se pode cometer na vida. Metade deles não duram cinco anos, e se duram, não se ajustam. 

Conhecimento e compreensão um do outro - A ignorância é sempre danosa em que área da vida for, a ignorância do próprio temperamento gera grande parte dos conflitos de personalidade do casal. 

Tolerância, paciência e gentileza recíproca entre os dois. 

Tempo reservado para tratarem de assuntos conjugais e domésticos. 

Responsabilidade em geral e Dedicação a Deus da parte dos dois. 

Participação do casal em estudos bíblicos, seminários específicos para casais ou para família, conduzido por pessoas habilitadas e preparadas diante de Deus e dos homens, em terapia da família. 

O cumprimento pelos dois, de 1 Co 7.3-5 - O MARIDO DEVE CUMPRIR OS SEUS DEVERES CONJUGAIS PARA COM A SUA MULHER, E DA MESMA FORMA A MULHER PARA COM O SEU MARIDO. – (4) A MULHER NÃO TEM AUTORIDADE SOBRE O SEU PRÓPRIO CORPO, MAS SIM O MARIDO. DA MESMA FORMA, O MARIDO NÃO TEM AUTORIDADE SOBRE O SEU PRÓPRIO CORPO, MAS SIM A MULHER. – (5) NÃO SE RECUSEM UM AO OUTRO, EXCETO POR MÚTUO CONSENTIMENTO E DURANTE CERTO TEMPO, PARA SE DEDICAREM À ORAÇÃO. DEPOIS, UNAM-SE DE NOVO, PARA QUE SATANÁS NÃO OS TENTE POR NÃO TEREM DOMÍNIO PRÓPRIO. Boa saúde física, emocional, nervosa, mental e espiritual. 

O ambiente do lar, se é de calma, sossego; ou de perturbação, interferência de terceiros, falta de privacidade, tensão, desarmonia, queixas, desconfiança, reclamações e Fidelidade conjugal dos dois e casamento feito no Senhor. 

ÁREAS DA VIDA CONJUGAL EM QUE DEVEM OCORRER O AJUSTAMENTO 

Área amorosa - Marido e mulher devem desenvolver a capacidade de se amarem mais, através da c o m u n i c a ç ã o, da expressividade e do carinho. O amor conjugal se não for cultivado através da comunicação, da afetividade e do companheirismo, cairá na rotina, esfriará e poderá morrer. 

Área social - O casamento no plano humano é uma pequena sociedade entre duas pessoas. 

Área psicológica - O conhecimento pelo marido da psicologia feminina, e a natureza geral feminina e seu comportamento, bem como o conhecimento pela esposa da psicologia masculina, e a natureza geral masculina e seu comportamento. 

Área espiritual - A imaturidade espiritual "natural", é a do novo convertido. A imaturidade espiritual "retardada", é a do crente carnal. A imaturidade espiritual "crônica", é a do crente sempre carnal e frio. Devemos considerar também os males do "fanatismo religioso" (ou qualquer outro tipo de fanatismo) na vida dos cônjuges. 

Área sexual - É a área do ajustamento físico. A vida sexual do casal não é um mal necessário (como pensam alguns, por ignorância), mas, uma benção, se tudo estiver de acordo com a revelação divina - a Bíblia. Deve haver a compreensão por ele e ela, das diferenças afetivo-sexuais homem/mulher, quanto à estímulo e desempenho sexual. 

AS BEM-AVENTURANÇAS DO CASAMENTO

Bem-aventurado o casal que continua a demonstrar carinho e consideração um com o outro depois que a novidade dos primeiros anos passou. 

Bem-aventurado o casal que é educado e cortês um com o outro como eles são com seus amigos. 

Bem-aventurados são aqueles que tem têm senso de humor, pois este atributo é um grande "amortecedor de choques". 

Bem-aventurados são aqueles que amam seus companheiros mais do que qualquer outra pessoa no mundo e que cumprem com alegria seus votos de casamento com uma vida inteira de fidelidade e respeito mútuos. 

Bem-aventurados são aqueles que alcançam a paternidade, pois os filhos são herança do Senhor. 

Bem-aventurados os que se lembram de agradecer a Deus por sua comida, e que separam tempo para a leitura de Bíblia e oração diariamente. 

Bem-aventurados os cônjuges que nunca levantam a voz para o outro e que fazem de seu lar um lugar onde palavras encorajadoras sempre são ouvidas. 

Bem-aventurado o casal que fielmente vai à igreja e que trabalha junto para a expansão do reino de Deus. 

Bem-aventurado o marido e a esposa que sabem lidar com suas diferenças e se ajustam sem a interferência dos parentes. 

Bem-aventurado é o casal que tem um completo entendimento das finanças e que conseguiu uma parceria perfeita onde todo o dinheiro está sob o controle dos dois. 

Bem-aventurados são o esposo e a esposa que humildemente dedicam sua vida e seu lar a Deus e que praticam seus ensinamentos sendo leais, amorosos e não egoístas.

POSTAGEM MAIS ACESSADAS:

O OBREIRO E A ÉTICA NO PULPITO

O TABERNÁCULO E SUAS MEDIDAS:

EXISTEM 4 TIPOS DE TEMPERAMENTOS! VOCÊ CONHECE SEU TEMPERAMENTO?

PASSOS DA FÉ - Marcos 11:22 - 24

O CRENTE E O USO DA GRAVATA E O PALETÓ!

AGEU - O PROFETA DA CONSTRUÇÃO DO TEMPLO

ETIQUETA E AS BOAS MANEIRAS NO CULTO

ÉTICA DO OBREIRO E O RELACIONAMENTO ENTRE SEUS COLEGAS

ESTATUTO DO CONSELHO DE PASTORES E LÍDERES EVANGÉLICOS DE VARGEM GRANDE PAULISTA - COPLEV