DISCIPULADO E SUA EFICÁCIA

www.prnatanaelsp.com.br
INTRODUÇÃO:

No livro de Lucas 24:13-35, observamos que depois da morte de Jesus os discípulos ficaram amedrontados e se esconderam. Estes dois discípulos, um chamado Cléopas e outro que não cita o nome, estavam voltando para suas casas. Provavelmente acharam que sua missão como discípulos havia acabado. Foi neste momento que o Mestre Jesus apareceu para eles no caminho.

O discipulado é o estilo de vida de quem anda com Jesus e com outros discípulos. Muitas pessoas conheceram Jesus, mas não o seguiram de perto, por isso não foram seus discípulos. Alguns chegaram a ser curados e libertos, contudo ficaram sem a bênção da Salvação.

QUEM SEGUE O DISCIPULADO COMO ESTILO DE VIDA:

Não anda sozinho porque segue alguém e é seguido por outros;
Fala e ouve a Palavra de Deus em todo tempo;
Persevera mesmo em situações difíceis;
Vive em Comunhão com Deus e com os irmãos;
Tem Visão Espiritual e discernimento;
Seu coração arde aquecido pelo Espírito Santo;
Anuncia o Evangelho por todo lugar que vai.

O QUE É DISCIPULADO?

O conceito de discipulado, segundo o Dicionário Aurélio é um estado de aprendizado temporário de pessoas que recebem instrução de outrem, na visão do Rev. John Stott, o discípulo de Cristo é todo seguidor leal aos ensinamentos de Cristo, neste caso o termo discípulo de Cristo é mais profundo do que o termo “cristão”, utilizado normalmente.

Um dos grandes pilares da reforma protestante em meados do século XVI, defendido por Martinho Lutero em uma das suas 95 teses era que cada membro da Igreja podia ouvir de Deus, falar com Deus, ser usado por Deus, e não somente o clero. Entendo isso como cada membro ser um ministro de Deus, apto a servi-lo.

Sendo então cada membro é ministro, um sacerdote, tem-se a necessidade de treinar, ensinar, capacitar, disciplinar, acompanhar cada membro da igreja, para que o mesmo exerça seu chamado, e isso se dá por meio do discipulado. Para que cada membro cumpra com o propósito de Deus é preciso que cada membro do corpo de Cristo seja então discipulado.

O discipulado genuíno que deve ser praticado na igreja é baseado no discipulado de Jesus, pois a igreja primitiva nasceu desse discipulado. Os apóstolos foram os primeiros discipuladores da igreja e, através deles, milhares de discípulos foram formados. O discipulado é, portanto, o meio de formar discípulos de Cristo até hoje.

Jesus antes de ser assunto ao céu deixou a seus discípulos uma ordenança em Mt 28.19-20 - PORTANTO, VÃO E FAÇAM DISCÍPULOS DE TODAS AS NAÇÕES, BATIZANDO-OS EM NOME DO PAI E DO FILHO E DO ESPÍRITO SANTO, ENSINANDO-OS A OBEDECER A TUDO O QUE EU LHES ORDENEI. E EU ESTAREI SEMPRE COM VOCÊS, ATÉ O FIM DOS TEMPOS", onde Jesus ordena a seus discípulos irem por todo mundo fazendo discípulos, batizando-os e ensinando-os as guardar as coisas que ele os tinha ordenado durante seu meu ministério terreno.

Tomando por base a ordem de Jesus, o discipulado cristão é a forma pela qual os discípulos de Jesus iriam fazer outros discípulos dele, ensinando a esses novos discípulos seus ensinamentos, seus preceitos, suas vontades, e aquilo que vai dentro do coração de Jesus.

O Discipulado antes de tudo é um relacionamento entre um discipulador e seu discípulo, entre um mestre e seu aprendiz, a fim de transmitir conhecimento, maturidade, ensinamentos para o crescimento da vida cristã e no conhecimento de Deus, através de um relacionamento pessoal e próximo. O maior intuito do discipulado é levar o discípulo ao caminho da maturidade cristã e fazendo com que cada um se torne um discípulo de Jesus. Esse deve ser o alvo final do discipulado, levar as pessoas a serem discípulas de Jesus.

Discipulado é um compartilhamento de vida através de relacionamentos que passam pelo crivo da Palavra de Deus. Esses vínculos, porém, geram alguns ônus para as partes envolvidas. Há um alto preço a ser pago que implica, muitas vezes, em tomar decisões e cumprir objetivos.

O objetivo do discipulado é formar novos discípulos de Jesus, edificar a vida uns dos outros, e tornar cada membro da Igreja alguém maduro em Deus, que se relaciona com Deus e com os irmãos de uma maneira bíblica, segundo a própria vontade de Deus.
O alvo do discipulado hoje é levar cada membro da igreja a praticar a Palavra de Deus, bem como ensinar a praticar a visão como igreja, e formar o caráter de Cristo na vida dos discípulos.

Como o discipulado trata-se de um relacionamento com proposito, o discipulado deve ser por toda vida, recebendo e transmitido à vida de Deus, a outras pessoas. Foi assim que Jesus disse que faria discípulos, ensinando-os a guardar tudo o que Jesus ensinou, logo o discipulado deve sempre acontecer de uma pessoa mais madura para os mais imaturos.

EFICACIA DO DISCIPULADO

Discípulo de Cristo é todo aquele que de maneira consciente e responsável submete-se a sua disciplina, focando somente na Cruz de seu salvador. Este indivíduo deixa de lado todos os seus princípios e os aprimora a partir dos aplicativos eternos do Criador. Hoje muitos falam sobre Cristo, mas são poucos os que realmente estão dispostos a viver a proposta de Jesus através do seu discipulado pessoal. 

Aquele que deseja viver o projeto de ensino de Cristo, primeiro deve se dispor a abandonar sua existência, deixando de viver sua vida, para que o Crucificado viva nele e usufrua de sua existência para apresentar-se á humanidade. A vida que recebemos não é uma existência qualquer, mas é a própria vida do Deus encarnado em nós. 

Gálatas 2:20 - “... LOGO, JÁ NÃO SOU EU QUEM VIVE, MAS CRISTO VIVE EM MIM; E ESSE VIVER QUE, AGORA TENHO NA CARNE, VIVO PELA FÉ NO FILHO DE DEUS, QUE ME AMOU E A SI MESMO SE ENTREGOU POR MIM ...”.

Caro leitor, se o seu desejo é evidenciar Cristo em nossa geração então deve aprender a discipular como Ele, ensinar como Ele e viver como Ele vive, qualquer coisa fora desta prática é uma deturpação piegas do maravilhoso Evangelho da graça. O caminho do discipulado é um caminho maior do que nossa existência, é um caminho de vida, nossas vidas por outras assim como o nosso Redentor. 

O ensino cristão é simples devemos entregar as nossas vidas por outras assim como Cristo fez, enquanto não compreendermos este simples princípio, não estaremos aptos para desfrutar da majestosa grandeza do Evangelho de Jesus. Pense nisso, seja aperfeiçoado pelos aplicativos eternos do Criador, se deixe levar na rede de amor iniciada na Cruz de Cristo e vá e faça discípulos como o Mestre ordenou.

POSTAGEM MAIS ACESSADAS:

O OBREIRO E A ÉTICA NO PULPITO

O TABERNÁCULO E SUAS MEDIDAS:

EXISTEM 4 TIPOS DE TEMPERAMENTOS! VOCÊ CONHECE SEU TEMPERAMENTO?

PASSOS DA FÉ - Marcos 11:22 - 24

AGEU - O PROFETA DA CONSTRUÇÃO DO TEMPLO